Gaviscon, caixa com 1 frasco com 150mL


Laboratório Reckitt Benckiser
Tipo de Linha Referência
Princípio Ativo Alginato De Sódio + Bicarbonato De Sódio + Carbonato De Cálcio
Indicação Indicado para o tratamento da indigestão, queimação e desconforto estomacal, azia, dispepsia, enjoo, náusea e vômito.
Descrição

Detalhes

Informações sobre Gaviscon, caixa com 1 frasco com 150mL

DESCRIÇÃO
Gaviscon cria uma barreira protetora, impedindo o contato do conteúdo estomacal com o esôfago, aliviando os sintomas da indigestão, queimação, desconforto estomacal, azia, dispepsia, enjoo, náusea e vômito.

O tempo estimado para que Gaviscon comece a fazer efeito dando início a sua ação farmacológica é de média 15 segundos, e a sensação de alívio é iniciada após 3 minutos de sua administração.

CONTRAINDICAÇÃO
Você não deve utilizar Gaviscon caso apresente alergia a este medicamento, ou a qualquer um de seus componentes.

Este medicamento não deve ser usado por menores de 12 anos, sendo somente administrado através de orientação médica.

Este medicamento não deve ser usado por mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

MODO DE USAR
Sua administração deve ser feita tomando de 10 a 20mL após as três principais refeições do dia e antes de dormir.

Caso passe sete dias desde a administração deste medicamento e os sintomas não apresentarem uma melhora, procure orientação médica.

PRECAUÇÕES
O uso deste medicamento deve ser interrompido caso seja apresentado alguma reação indesejada.

COMPOSIÇÃO
Cada frasco contém 150mL.

INDICADO PARA
Cria uma barreira protetora, impedindo o contato do conteúdo estomacal com o esôfago. Indicado para o tratamento da indigestão, queimação e desconforto estomacal, azia, dispepsia, enjoo, náusea e vômito.

Opiniões

Escreva seu comentário

Como você avalia este produto? *

 
1 1 estrela
2 2 star
3 3 star
4 4 star
5 5 star
Preço
Prazo de Entrega
Qualidade
As informações contidas neste website são de caráter exclusivamente informacional, não propõe a automedicação ou substituem orientações médicas. A automedicação traz riscos a saúde que podem ser irreversíveis. Consulte sempre seu médico para prescrição de um tratamento adequado.